O que é fitoterapia  

fitoterapia

Você sabe o que é fitoterapia? Será que funciona? Trata-se de uma técnica milenar para tratar doenças e auxiliar o indivíduo para a boa saúde conhecido também como tratamento fitoterápico. Através de mistura de ervas, a fitoterapia tem efeito farmacológico e é uma área da medicina alopática.

São muitas as pessoas que preferem se tratar de forma mais natural e não evasiva, e acabam recorrendo à terapia.

O que é fitoterapia?

significado de fitoterapiaA fitoterapia é uma técnica onde são utilizadas ervas, caules, flores, raízes e sementes para contribuir com o bem estar do indivíduo. De acordo com a medicina tradicional chinesa, temos 5 elementos principais que vivem em um circulo dentro da gente.

Esse ciclo precisa fluir dentro da gente para que possamos ter um equilíbrio energético. Todos nós temos o nosso lado yin e yang, o masculino e feminino, a luz e a sombra… Essa dualidade precisa estar sempre equilibrada, porém, sabemos que nem sempre é possível, porque estamos o tempo todo sofrendo interferências das nossas emoções, da pessoas que nos cercam, das energias dos ambientes em que circulamos, etc.

Quando algo entra em desequilíbrio, podemos nos sentir cansados, depressivos e até com alguma doença física manifestada.

Quando isso ocorre, um fitoterápico trabalha com medicina tradicional chinesa analisa todos esses elementos e percebe que há algo em falta ou algo em excesso. É nesse momento que um tratamento fitoterápico pode ocorrer, sendo indicado através de sopas, chás ou fórmula manipulada.

A fitoterapia é algo milenar e que exige um conhecimento diagnostico energético dentro da medicina chinesa. Isso porque ao indicar uma mistura de ervas para alguém, é preciso compreender muito bem o que está se passando com a pessoa para ir direto ao ponto.

Fitoterapia funciona?

Quando orientada por um profissional especializado, que conhece de fato o poder das ervas assim como os diagnósticos, a fitoterapia funciona, tanto que há estudos científicos que comprovam a sua eficácia.

Porém, é importante ressaltar que não se deve abandoar tratamentos médicos tradicionais e focar apenas na neste método.

A Legislação Sanitária Brasileira, inclusive, valida o fitoterápico através de levantamentos etnofarmacológicos.

Comprovada cientificamente

Há pesquisas científicas que comprovam que o tratamento fitoterápico tem o poder de combater doenças, principalmente as de raízes infecciosas, alergias e disfunções do metabolismo.

Não é à toa que o uso de planta para a manutenção e melhora da saúde é algo milenar, tendo indício de uso anterior a 2000 a.C.  São muitas as culturas e civilizações que confiam no poder das plantas, sendo utilizadas tanto para curar doenças como na realização de rituais.

Porém, é importante ressaltar que na flora há também ervas venenosas, e por isso é fundamental o conhecimento prévio do uso da fitoterapia. Tanto que o uso dos remédios fitoterápicos só deve ser feito com orientação de um médico especialista.

O que é fitoterapia e ara que serve?

Apesar de parecer controverso para alguns, é considerada como uma especialidade médica. Porém, ao contrário da acupuntura e homeopatia que são consideradas medicina alternativa, a fitoterapia é da área da medicina alopática.

A fitoterapia é encarada por muitos como mais uma ferramenta ao tratamento convencional, praticado na saúde de forma em geral. Por isso, mesmo se você está realizando algum tipo de tratamento com remédio, por exemplo, e deseja entrar com a fitoterapia, não deve abandonar o outro.

Apesar de ser um tratamento natural, é preciso ter cautela e só fazer uso com a indicação de especialistas. Existem quatro maneiras de realizar o processo extrativo das plantas, sendo o primeiro a água, que é o modo fervente. Essa é a forma mais simples, inclusive feito em nossas casas através dos chás.  Fervemos a água, colocamos a erva para descansar e depois bebemos para receber os benefícios daquela determinada planta.

Lembre-se, isso não representa os chás de saquinho, e sim as ervas.

A outra extração é através de óleo, essa feita apenas por quem de fato estudou fitoterapia. A extração de álcool, e por ultimo a glicólica.

As mais usadas pelos terapeutas são as de óleo e álcool, lembrando que não é o álcool tradicional usado em limpezas.

História

Como são utilizados os fitoterápicos?

Os fitoterápicos são usados basicamente como os medicamentos tradicionais, respeitando dosagem e período de uso, sempre de acordo com o problema a ser tratado.

Muitas pessoas simplesmente não gostam de ser medicadas com remédio, que na realidade são drogas e algumas, como é o caso dos antidepressivos, podem até causar dependência.

Então, dependendo do problema a ser tratado, se for algo mais simples, como dor de cabeça, cansaço físico, dores nas costas, o uso da fitoterapia pode ser uma excelente alternativa, efetiva e natural.

Viu, como a fitoterapia pode ser de extremo valor para o benefício da nossa saúde em geral? Lembre-se, a medicina tradicional é importante, então, em casos de sintomas que persistem por longos períodos, procure um médico.

O que é fitoterapia  
5 (100%) 1 vote