Soluços com muita frequência podem indicar que algo está mal

Hoje vamos falar de soluços, mas não daqueles soluços que acontecem de vez em quando, principalmente, quando bebemos bebidas com gás em demasia.

Vamos falar dos soluços com muita frequência. aquele soluço que nos obriga a beber água ou goles ou respirar devagar para dentro de um saco.

O que é e porque soluçamos?

O soluço nada mais é do que uma reação. Ou seja, quando o diafragma se contrai em espasmos involuntários fazendo entrar ar no peito e, quando faz o movimento de distensão e relaxamento de expulsa desse ar, causando o tal barulho tão característico do soluço.

Os bebés e os idosos, são aqueles que estão mais propensos a ter esses espasmos.

Tipos de soluços:

  • Existem os episódicos, que podem ser causados pela hiperdistensão gástrica, ou seja quando comemos demais, pela ingestão de bebidas gasosas e pela chamada aerofagia, que nada mais é do do mascar pastilhas, tabagismo e a insuflação do estômago durante endoscopia.
  • Existem os persistentes e os intratáveis, que podem levar a efeitos adversos com desfechos mais graves como desnutrição, perda de peso, insónia, fadiga, stress e prejuízo da qualidade de vida.

Soluços frequentes

quando estes soluços com muita frequência acontecem, pode significar que algo não está bem com o nosso organismo. E quando estes soluços acontecem, devemos ver quais são as suas causas. Que podem ser:

  • Endógena – que significa possíveis problemas como excesso de sódio no organismo, insuficiência renal crónica, infecções ou tumores na base dos pulmões.
  • Exógena – que significa que podem ser devido a traumatismos no tórax ou até mesmo nos pós-operatórios de cirurgias abdominais.

Doenças que podem provocar soluços frequentes

1 – Problemas gastrointestinais. Aqui quando há um problema do foro gástrico, o soluço vem sempre com a sensação de ardor nos estômago e a sensação de empachamento. Há muitos casos de soluços frequentes relacionados com a má digestão e a azia, por exemplo. E uma boa parte deste tipo de soluços tem uma relação directa com refluxo, hérnia de hiato, entre outros.

2 – Patologias que afectam a região. Ou seja, se o soluço vem acompanhado de uma dor abdominal que vai para os ombros, isto pode significar uma irritação diafragmática. Quer isto dizer, que dor abdominal com irradiação, pode significar a presença de abscessos, pericardite, peritonite, pneumonia, aneurisma da aorta, entre outros, pois qualquer patologia que afecte a região do diafragma pode atingir o nervo frênico ou o nervo vago, e provocar soluços.  Também podem ter relação directa com os soluços frequentes tumores, bócio, cistos no pescoço, anormalidades do diafragma.

3 – Problemas neurocerebrais. Aqui, qualquer irritação dos ditos nervos frênico e vago, como por exemplo, corpos estranhos em contacto com o tímpano, a faringite, a laringite, meningite tumores no pescoço e no sistema nervoso central, síndrome de Wallenberg, esclerose múltipla são tudo causas possíveis para provocar soluços.

Possíveis tratamentos/técnicas

  • Prenda a respiração por alguns segundos.
  • Engula uma porção de açúcar cristal (uma colher de chá), miolo de pão ou gelo moído.
  • Chupe uma fatia de limão.
  • Respire repetidamente dentro de um saco de papel.
  • Faça gargarejos com água.
  • Puxe sua língua para provocar reações de vômito.
  • Coce o céu da boca com um cotonete.
  • Suspenda a úvula (campainha da garganta) com uma colher de chá.
  • Erga os joelhos até o peito e incline-se sobre eles.
  • Fazer pressão sobre os olhos para estimular o nervo vago
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (Sem votação)
Loading...
loading...