Ele cortou os cabos de comunicação e deixa aviões “às cegas”

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (Sem votação)
Loading...

A ‘brincadeira’ vai sair-lhe cara e podia ter custado muitas vidas. A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem de 32 anos que conseguiu fazer algo (quase) impensável: interromper as comunicações entre os aviões que sobrevoavam a Madeira e as respetivas torres de controlo do tráfego aéreo. O problema persistiu durante uma hora e meia, mas não se registou nenhum acidente.

Tudo aconteceu na ilha de Porto Santo: o indivíduo saltou a vedação que protege as infraestruturas de radar da empresa Navegação Aérea de Portugal (afastadas do aeroporto) e cortou com uma serra vários cabos do sistema de comunicações da empresa. Fonte ligada à investigação garantiu que o suspeito “sabia aquilo que tinha de cortar” para interromper as comunicações.

O incidente (que ocorreu em setembro passado mas só agora foi comunicado) fez com que as torres de controlo da Madeira e do Centro de Controlo de Tráfego Aéreo de Lisboa perdessem o contacto. “Após a prática dos factos, o indivíduo colocou-se imediatamente em fuga, inicialmente para Lisboa e depois para França, de onde apenas regressou recentemente”, avançou a PJ.

O homem (sem profissão conhecida em Portugal e com dupla nacionalidade) não conseguiu explicar as suas motivações, embora as autoridades policiais não associem o crime a um ato terrorista.

Fonte: www.buzztimes.pt

loading...